O que preciso melhorar para reduzir mais as coisas

Esses dias fiquei feliz porque, em menos de uma semana, vendi 8 livros que eu tinha novos, sem mal ter folheado, e o macbook (de meados de 2008). Gostava muito do macbook, me foi extremamente útil por mais de 10 anos, mas a configuração de hardware dele já não aguentava os software que preciso usar no dia a dia.

No trabalho, uso um iMac grande, de configuração melhor – mas que já já para de conseguir fazer upgrade de sistema operacional -, e estava usando o macbook com rara frequência. Como ele estava sempre à vista, me incomodava vê-lo no mesmo lugar, parado, sem uso, sem utilidade.

Então criei coragem e decidi vender, e depois de uns 3 meses anunciado e algumas ofertas, a venda foi concluída. Postei sábado no correio e espero que seu novo dono seja feliz com ele, que lhe traga muitos bons trabalhos!

Os livros também, achei surpreendente o quão rápido venderam. Eram alguns do Enrique Vila-Matas que saíram pela extinta Cosac & Naify e que, ano passado, estavam sendo liquidados na Amazon. Entrei nesse embalo e comprei toda a coleção, mas mais de um ano depois, ainda estavam aqui na estante, do mesmo jeito que chegaram.

Ainda falta vender dois livros dessa coleção, tomara que consiga comprador logo.

Isso faz parte da minha intenção de reduzir as coisas físicas que tenho. Fico chocada com a quantidade de livros que existe na estante sem que eu tenha lido. Acho que chegam a 20 ou até passam um pouco disso, ainda não contei.

Além dos livros, há outras coisas que gostaria de melhorar:

  • Reduzir os cadernos e canetas. Um dia, saí catando todos os cadernos, agendas e blocos de papel que tinha espalhados nas gavetas. Entre os antigos, completos, brindes, esquecidos e em uso, contei 18. DEZOITO. É muita folha pra quem não consegue nem escrever o próprio nome sem errar (meu DDA faz com que eu coma letras, sempre).
  • Reduzir os CDs
  • Eliminar os DVDs, até porque não tenho aparelho para assistir.
  • Reduzir as roupas
  • Reduzir os sapatos
  • Reduzir bijuterias
  • Reduzir os utensílios de cozinha
  • Melhorar a organização dos papéis e documentos
  • Confeccionar sacos de algodão para usar em compras de frutas, legumes e graneis, reduzindo o uso de plásticos.
  • Papel alumínio
  • Papel manteiga
  • Plástico filme
  • Substituir o computador desktop por um notebook
  • Acessórios de costura
  • Capa de cabeleireiro (para quando tinjo o cabelo em casa, mas estou vendo se ela é realmente necessária)
  • Acrescentar mais alimentos ricos em ferro à minha alimentação para parar de comprar suplementos em cápsulas. Ou, pelo menos, poder substituí-los por suplementos mais relevantes, como chlorela e spirulina.
  • Eliminar o telefone fixo
  • Descartar ou usar logo os materiais de artesanato que comprei há alguns anos com a intenção de começar a fazer scrapbooking.
  • Descartar ou Aproveitar melhor as várias Garrafas de vidro de suco de uva integral.
  • Consertar ou vender o vídeo game (um Master System I, porque amo 16 bits).
  • Me desfazer do microondas
  • Me desfazer de alguns bibelôs que só ocupam espaço e não significam nada emocionalmente. O problema é que o J. gosta deles, então não posso sair me desfazendo de tudo na casa.

Mas não posso ser muito exigente comigo mesma porque também sei dos progressos que já fiz. Até agora, já:

  • Removi excessos de talheres
  • Removi excesso de xícaras e canecas
  • Removi excesso de pratos
  • Doei o ferro de passar sobressalente
  • Doei a batedeira
  • Doei panelas que não podem mais ser usadas no fogão de indução
  • Doei a máquina de extração de suco
  • Devolvi a máquina de pão para a sogra
  • Doei a panela de arroz
  • Doei formas de bolo e pudim
  • Doei excesso de toalhas de rosto
  • Joguei fora cartas antigas
  • Joguei fora documentos velhos
  • Doei e vendi livros
  • Vendi uma bota grande que não usava nunca
  • Doei excesso de lençol
  • Vendi um computador sobressalente
  • Sou vegetariana desde 2011
  • Uso coletor menstrual desde 2011

Vou “atacar” cada uma daquelas áreas que quero melhorar, uma por vez, e conto aqui os progressos e dificuldades.

Tem algo que você gostaria de reduzir na sua vida ou na sua casa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *